Plano de Marketing Digital

O Plano de Marketing é uma ferramenta de gestão que deve ser utilizada sem moderação.
Ele permite analisar o mercado e promover as adaptações necessárias para que sua empresa não fique de fora das tendências.

É nele ainda, que você vai definir seus objetivos, detalhar metas e formular ações estratégicas para alcançar os objetivos propostos.

Plano de Marketing

Há inúmeros tipos de planos de marketing, mas só uma forma de fazê-lo.

Ou seja, existem planos para melhorar o processo de produção nas indústrias; aumentar vendas no varejo e/ou atacado; para minimizar custos nas linhas de produção e uma infinidade de outros tipos.

Tudo vai depender da área de atuação da empresa. Mas, a estrutura dele será sempre em três etapas: Planejamento, Execução e Controle.

Plano de Marketing para Blogs

Como o meu trabalho é ensinar as pessoas a ganharem dinheiro com empreendedorismo digital, escolhi focar este artigo em um plano de marketing digital para blogs.

Ele parte, como todos os outros, do conhecimento do perfil do seu público-alvo, ou seja, saber para quem você vai trabalhar (persona).

Com base na sua persona é que você vai estabelecer objetivos e metas, criar ações estratégicas de comunicação, definir ações de marketing.
Tudo isso precisa ser pensado antecipadamente para que se estabeleça estratégias de comunicação e ações, com o objetivo de satisfazer o seu cliente.
Em marketing de relacionamento, se o seu cliente estiver satisfeito, você terá obtido sucesso no seu negócio.

Primeira Etapa do seu plano: Planejamento

Definir o estado atual e o estado pretendido

Ou ainda, ponto de partida e ponto de chegada. O planejamento deve partir do ponto em que seu empreendimento está no momento (ponto de partida) e qual o seu objetivo com este plano de marketing (ponto de chegada). Por exemplo, o ponto de partida (ou estado atual) pode ser definido por:

  • Quanto estou faturando mensalmente;
  • Quantos leads/clientes possuo;
  • Qual minha autoridade no assunto;
  • Quão conhecida é minha marca;

E o ponto de chegada pode ser um, dois ou mais objetivos, como por exemplo:

  • Aumentar em 3 vezes o faturamento mensal;
  • Aumentar lista de e-mails em 1000 leads;
  • Ganhar 200 clientes novos;
  • Fidelizar 100 clientes (vendas recorrentes);
  • Aumentar o índice de autoridade na minha área;
  • Ampliar o conhecimento da minha marca em todo o território nacional;

Definir as ações para se alcançar os objetivos: Exemplos:

  • Fazer publicidade patrocinada no Google e Facebook para aumentar faturamento;
  • Fazer Marketing de Conteúdo para aumentar em 1000 leads minha atual lista de e-mails;
  • Fazer Marketing de Relacionamento para fidelizar clientes e ampliar o conhecimento da marca/autoridade

Observe que as ações de Marketing de Conteúdo e de Relacionamento levam mais tempo para apresentar resultados concretos. Já o patrocínio tem um retorno praticamente imediato.

Definir Ações para atingir as metas:

  • Links Patrocinados no Google durante X meses, com valor de X R$ por mês;
  • Facebook Ads durante X meses, com valor de X R$ por mês;
  • Marketing de Conteúdo (conforme calendário de postagem);
  • Marketing de Relacionamento (conforme calendário de ação).

Descrição das Ações de Marketing de Conteúdo e Relacionamento

  • 3 postagens no blog durante a semana = 12 no mês;
  • 5 postagens em Redes Sociais durante a semana = 20 no mês;
  • 3 disparos de e-mail marketing por semana = 12 no mês.

 

Confecção de um cronograma (calendário de postagens) detalhado para todo o tempo do projeto. O ideal é fazer em forma de tabela para facilitar a visualização.

  • Segundas, quartas e sextas – postagens no blog;
  • Segundas, terças, quartas, quintas e sextas – postagem em redes sociais;
  • Terças, quintas e sábados – disparo de e-mail marketing.

Os dias acima servem apenas como exemplo.
Existe um estudo que demonstra qual o melhor dia e horário para postagens em blogs e redes sociais. Pesquise mais a respeito.

E finalmente estabelecer frequência de controle das metas: semanal/mensal ou anual. Escolha uma métrica e mantenha-a durante todo o processo.

Segunda Etapa: Execução

Se você fez o planejamento certinho na primeira fase, agora basta começar a executar de acordo com as metas e o cronograma proposto no planejamento.

Evite furar prazos porque ao planejar, todas as ações ficam encadeadas e umas dependem das outras.
Caso extrapole algum prazo, todo o resto do plano ficará comprometido. Por isso, ao estabelecer prazos deixe uma margem, ainda que pequena, para possíveis contratempos.

Administrando bem os prazos e os recursos disponíveis você tem muito mais chance de atingir o objetivo com sucesso.

Terceira Etapa: Controle

Chamamos de terceira etapa, porque trata-se de controle de resultados.
Mas, isso não significa que o controle deva ser exercido somente ao final da etapa de execução.
O controle deve ser exercido durante todo o processo, inclusive no planejamento.

Por exemplo, se ao planejar você determinou que sua meta era aumentar a lista de e-mails em 1000 leads e numa ação ocorrida antes da fase de execução você conseguiu atingir este patamar, então as metas devem ser redefinidas. Isso é controle no planejamento.

Durante a fase da execução este controle se mostra mais palpável.
Em todas as vezes que o alcance de metas for insatisfatório, deve-se verificar as possíveis falhas e readequar as ações para que se consiga bater as metas.
Em seguida elas devem ser monitoradas novamente, para, caso seja necessário, se fazer mais correções.

Por exemplo, se as postagens nas redes sociais se mostrarem insuficientes para o engajamento pretendido, experimente aumentar a frequência e monitorar.
Se o engajamento melhorar, mantenha a nova frequência. Se por acaso cair é porque os usuários não estão conseguindo digerir adequadamente o conteúdo, e neste caso, melhor voltar ao número de postagens anterior para não cansar a audiência.

Anote tudo na fase de Controle

Todas as ações (tanto as que deram certo quanto as que se mostraram ineficientes ou ainda, que precisaram ser revistas) devem ser anotadas nesta fase de controle.
O objetivo é estabelecer um histórico de ações efetivas e não efetivas para que sirvam de parâmetro para as próximas experiências.

Neste artigo procurei resumir as etapas de um plano de marketing digital para blogs, mas é importante que você saiba que isto é apenas uma base.
A partir dela você deve elaborar o seu plano, levando em consideração seus próprios objetivos e recursos. O planejamento é um norte, uma direção que você deve seguir sempre. Ele vai ser a sua garantia de não ficar andando em círculos.
Por isso, não economize tempo nem energia para planejá-lo.

Plano de Marketing Digital
4.8 (95%) 4 votes

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *