Marketing de Conteúdo – Comece por Aqui

O marketing de conteúdo tem um objetivo bem específico: ganhar a confiança do visitante do seu blog com vistas a torná-lo cliente.

Esta abordagem difere da antiga forma de se fazer marketing, porque ao invés de enviar folders e malas diretas com ofertas e promoções, trabalha para criar e distribuir conteúdo consistente, que tenha valor e que seja relevante a uma audiência previamente definida. Para essa abordagem são necessárias ferramentas de marketing.

Esta modalidade de marketing não é tão nova, mas muitas pessoas ainda não usam. Se elas tivessem uma vaga noção do quanto este marketing traz de resultados, não perderiam nem mais um dia.

Marketing de conteúdo

Conceitos que você precisa conhecer antes de começar

Antes de mais nada você precisa estar familiarizado com alguns conceitos do marketing de conteúdo. Isso vai facilitar a compreensão do que for falado posteriormente, sem que você precise ficar fazendo pausas para ver o significado de algum termo.

  • Persona: é um protótipo; um modelo do indivíduo que melhor vai representar o seu público. Por isso você tem que saber tudo a respeito dele. Sexo, idade, estado civil, profissão, remuneração, interesses, costumes, etc. Conhecendo as atitudes e comportamentos da sua persona, você poderá criar conteúdo adequado ao perfil, que têm mais chances de conversão.
  • Landing Page: página que contém um formulário no qual o visitante poderá colocar seu nome e e-mail, dando assim, permissão para que você se comunique com ele. É esta permissão que diferencia o e-mail marketing de spam (comunicação não autorizada, invasiva). A landing page deve conter poucas e convincentes informações. Às vezes para conseguir a permissão vale fazer uma promessa. Ex.: Quer receber um e-book com receitas inéditas? Deixe seu e-mail que eu enviarei pra você.
  • Lead: É a pessoa que ao visitar sua landing page, concordou em fornecer seu e-mail para receber maiores informações sobre determinado assunto. Quando o lead se cadastra, vai para uma lista de e-mails e passará a receber, de forma automática, conteúdo e, eventualmente, ofertas e promoções. A partir daqui você vai se empenhar para torná-lo seu cliente.
  • Call to action: ou chamada para ação. É um convite incisivo que você faz para que o seu visitante pratique alguma ação. Por exemplo, um botão com o texto “Clique aqui agora e reserve já sua vaga”. A chamada para ação deve ser imperativa.
  • Oferta: Também chamada de “isca digital” é o brinde oferecido ao visitante para incentivá-lo a lhe dar o seu e-mail. Pode ser um e-book, um vídeo, um curso gratuito. Perceba que a isca digital não é uma mera permissão, mas sim, uma evidência de que o seu visitante tem uma necessidade, ou no mínimo algum interesse, pelo tema da sua oferta. Por exemplo: um e-book com receitas fáceis para emagrecer vai demonstrar que problema da sua persona é perder peso.

Como implementar esta modalidade de marketing

Não basta postar artigos em seu blog de forma aleatória. Isto não é marketing de conteúdo, e, certamente, não vai trazer resultado algum. Se você tem interesse em implementar esta ideia, siga corretamente os passos abaixo, pois eles são a garantia de que você vai fazer a coisa certa.

Estratégia de conteúdo

Uma boa estratégia para começar a trabalhar com marketing de conteúdo pode ser dividida em três etapas: Planejamento, Execução e Verificação.

Planejamento

Ninguém sai de casa para ficar vagando entre um bairro e outro da cidade. No mínimo você tem uma ideia sobre que coisas quer fazer, aonde precisa ir e por quais ruas deve dirigir para chegar até lá. Isso é um planejamento.

Em termos de conteúdo, o seu planejamento começa pela definição do seu objetivo. E ele precisa ser claro. É como ter uma luz lá na frente guiando seus passos. Sem o objetivo, você não sabe onde quer chegar, e sem saber onde quer chegar não tem como elaborar sua rota.

Definir seus objetivos: Por exemplo:

  • Atrair 1000 leads para incrementar sua lista;
  • Criar autoridade na sua área;
  • Tornar sua marca (seu nome ou nome do seu blog/loja) conhecidos.
  • Lançar um novo produto;
  • Aumentar seu faturamento em X %.

Assim que você tiver seus objetivos definidos precisa saber a quem se dirigir. Neste momento você precisa definir sua audiência (persona).

Definir sua audiência: Pular esta etapa é bastante arriscada. Você pode sair por aí distribuindo conteúdo relativo a pneus para quem tem interesse em comprar patins. É uma das etapas mais confusas para os iniciantes, mas vale a pena se empenhar em aprendê-la.

Exemplo de persona:

  • Nome: Marco Antonio
  • Sexo: Masculino
  • Idade: 30 anos
  • Estado civil: solteiro
  • Renda Mensal: R$ 3.000,00
  • Cidade: Florianópolis
  • Característica da personalidade: timidez
  • Trabalho: analista de dados.

Descrição da Persona: Marco Antônio é um jovem competente, mas sua timidez é um entrave ao seu crescimento pessoal e profissional.

Objetivo: Fazer com que Marco Antônio desenvolva sua comunicação e torne-se mais expansivo a fim de valorizar sua imagem e desenvolver seu potencial para alcançar sucesso na vida afetiva e profissional.

Pronto! Agora você já sabe quais são os seus objetivos, já determinou que a sua persona precisa trabalhar o seu marketing pessoal.
A partir daqui você sabe que precisa criar conteúdo referente a este tema para oferecer a sua persona.
Estabeleça um cronograma com a frequência de postagens, tanto no blog quanto em redes sociais; defina os canais a serem utilizados para atrair leads (FanPage, Facebook Ads, links patrocinados, compartilhamento em grupos temáticos, etc.).
Defina também como e com que frequência (se mensal, semestral, etc.) irá medir a conversão da sua estratégia de marketing.

Tudo isso deve ficar bem especificado em seu planejamento.

Execução

Com o planejamento detalhado em mãos, comece a executá-lo, cuidando para não pular etapas. O planejamento deve ser seu documento de consulta diário.

Nesta fase é muito fácil se desviar do caminho, já que ela se compõe de várias ações encadeadas e correlatas. É um trabalho que demanda tempo e foco. Mantenha-se fiel ao planejamento e seja rigoroso com o calendário de postagens. Pode parecer uma coisa engessada, mas não é. É apenas tomar cuidado para não se desviar do objetivo.

Avaliação dos Resultados

Esta etapa ocorre simultaneamente à execução, porque é preciso saber se a estratégia está trazendo os resultados esperados. Caso ela se mostre pouco eficiente, promova reajustes de modo a corrigir as falhas. Anote as ações que estão dando melhor resultados.
Com base nestas anotações você vai ter um relatório detalhado das ações que funcionam bem.

Por hoje é só. Até breve.

Marketing de Conteúdo – Comece por Aqui
4.7 (94.67%) 15 votes

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *